Tesouro Direto

tesouro-nacional

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a BM&FBOVESPA.

 O TESOURO DIRETO E SUAS REGRAS
 O QUE É: Papéis da dívida pública federal que podem ser comprados pelo investidor diretamente do governo. O próprio investidor decide quais títulos comprar e pode vendê-los quando quiser. O governo garante a recompra
 COMO INVESTIR: O investidor se cadastra em alguma instituição autorizada pelo Tesouro (corretora ou banco) e recebe a senha de acesso a uma área restrita, em que são realizadas as operações de compra e venda. No site do Tesouro há os preços e as taxas dos títulos
 VALOR MÍNIMO: A quantidade mínima de compra é a fração de 0,01 título, ou seja, 1% do valor de um título, desde que seja respeitado o limite mínimo de R$ 30 e o máximo de R$ 1 milhão por mês
 ENTENDA OS TÍTULOS
 >>Tesouro Selic
 Rentabilidade: Taxa Selic  / Destinação: Cenário in-certo ou previsão de juro salto
 >>Tesouro IPCA+
 Rentabilidade: IPCA + juro prefixado* do dia da compra / Destinação: Proteção contra a inflação e garantia de juros real*, acima da inflação
 >>Tesouro IPCA+ com juros semestrais
 Rentabilidade: IPCA mais juro prefixado* do dia da com-pra. Juro pago a cada 6 meses  /  Destinação: Proteção contra a inflação e garantia de juros real*, acima da inflação
 >>Tesouro prefixado
 Rentabilidade: taxa prefixada* do dia da compra  / Destinação: Para quem acha que a taxa negociada será maior que a Selic do período
 >>Tesouro prefixado com juros semestrais
 Rentabilidade: Taxa prefixada* do dia da compra. Juro pago a cada seis meses / Destinação: Expectativa de juro em queda e horizonte de tempo longo

2.483 comentários sobre “Tesouro Direto

    • Rafa,
      Vou aproveitar seu comentário e tentar alinhar uma ideias.
      Tb estou refazendo meus planos para aposentadoria e vou fazer aportes mensais.
      A questão está em escolher qual produto, sendo que o perfil é conservador e quero acumular a grana, lá para 2035.
      A princípio a lógica seria ir de IPCA+35 do TD, mas será que com todas essas mudanças, não existe um investimento mais interessante?

      Curtir

      • Mais interessante é FII mesmo, porém estou achando todos eles muito caros. Não sei se o pessoal em geral concorda com isso.

        No mais, aportei exatamente no IPCA 2035 como disseste. No meu entender toda essa questão de inflação e IPCA caindo está muito artificial, acredito que se fizermos uma média (usei minha bola de cristal) vamos ter mais que os 4,5% a.a. no IPCA, somado aos 5,3% da taxa não é um rendimento dos piores para renda fixa… isto sendo “pessimista” que o IPCA médio até vencer o título vai ficar no centro da meta.

        Para complementar, levantei o IPCA histórico desde 1995 e observei que depois de 2004, entre altos e baixos, a média manteve-se lateralizada perto dos 6%. Se continuar assim teremos algo em torno de 11% a.a. o que não é das piores taxas, principalmente se pensarmos que em países desenvolvidos como os EUA a taxa é quase nula para o equivalente a renda fixa deles.

        Curtir

      • Nunca apliquei em FII, até já comecei a ler para ver se entendo um pouco mais.
        Sou bem disciplinado quando quero guardar um pouco de grana, mas me perdi quando parei de aportar na prev privada (parei pq as taxas adm e carregamento estavam altas).
        Mas se por outro lado sou disciplinado, quando aparecem essas mudanças de cenário “empaco” aonde é mais interessante investir.
        Na prev privada era barbada, tb tava em débito no banco.
        E falando em banco, depois que comecei a participar do blog, sempre acho que eles me oferecem produtos “menores” do que realmente meu dinheiro merece…rsrs
        Claro, que quando vejo o pessoal falando que a aplicação mínima é 100K, 300K…1M, dá um certo desânimo

        valeu

        Curtir

  1. Juros futuros de longo prazo sobem apos discurso da presidente do Fed

    As taxas dos contratos futuros de juros zeraram a queda após os comentários da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, deixarem em aberto a possibilidade de uma elevação da taxa básica de juros em março. As taxas de longo prazo fecharam em alta na BM&F, acompanhando o avanço dos rendimentos dos Treasuries (títulos do Tesouro americano)enquanto o movimento nos DIs de curto encerraram estáveis.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Título que segue juro perde atratividade com queda da Selic

    A possibilidade de uma queda mais acentuada dos juros, após a inflação vir mais comportada em janeiro, põe novamente em evidência as aplicações que pagam taxas prefixadas, enquanto retira atratividade dos títulos pós-fixados, que acompanham as oscilações dos juros básicos

    Curtir

    • Tetzner,
      Esse é um dos casos que, as vezes acabo, segurando um pouco aonde aportar.
      E fico na dúvida, até comentei em outro post, aonde deixar a grana antes de fazer o investimento.
      Hoje um LTN 20, está com taxa de 10,11%
      Estou com outros olhos para os os fundos de títulos pré do meu banco.

      Curtir

  3. Ola pessoal. gostaria de sanar uma duvida com voces?! muito importante!!!!!! Meu Pai possui investimentos em LFT com objetivo de construir 02 pequenas casas onde ele ja possui o terreno, mas um amigo da familia disse que seria mais interessante meu pai vender a LFT agora dia 13.02.20.17 e comprar IPCA+ com juros semestrais de longo prazo para vende-lo quando da parada de queda da selic, ele disse que meu pai conseguiria em torno de 40 a 50 % de valorização no ano?!! isto procede nao existiria inumeras variaveis que poderiam atrapalhar este cenario? espero a ajuda de voces e bom resto de domingo a todos

    Curtido por 1 pessoa

    • Uma operação um pouco arriscada, se entendi ao certo o seu pai está contanto com esse dinheiro ok ? agora imagina o seguinte, ele faz a troca de LFT para Ntnb, visando um maior rendimento, esse maior rendimento só vai acontecer se as taxas caírem ainda mais, muito provável que de fato a taxa ainda possa cair um pouco, acredito eu que em breve vamos ter ntnb pagando 4,5% + IPCA, mas… e se a taxa não cair? e se ela subir para casa dos 6%, se o seu pai quiser resgatar antes, vai perder dinheiro, e pra não perder dinheiro vai ter que segurar um pouco esse titulo na carteira, até que haja valorização no valor de face, ou esperar a longuíssima data de vencimento. Acredito que o momento de se fazer trade com o td já passou, deve se tomar muito cuidado com esse tipo de operação, os títulos públicos não foram feitos para essa finalidade! eu mesmo consegui bons trades no td, mas foi pura sorte, e somente sorte! bons investimentos abraço!

      Curtido por 1 pessoa

  4. Ontem, estava lendo sobre o TD, mais específico sobre as mudanças nos títulos
    Encontrei uma análise que o cara falava que, agora, era mais favorável a aportar no Tesouro IPCA+26 com juros semestrais
    Então fiquei na dúvida:
    – por que a escolha deste título (juros semestrais), agora?
    – e no TD não encontrei 2026, mas somente 2035

    Curtir

  5. Oi,
    Se possível uma orientação!
    Comprei tesouro direto em dezembro.
    Em 68 dias se eu vender pelo valor de mercado
    Tenho um ganho aproximado de 10%.
    Vendo e compro novamente em taxas menores para realizar o lucro ou espero o vencimento?
    Obs: sou intuitivo não faço muitas análises!
    Obdo!

    Curtir

    • Não faz sentido. De uma forma simples é o seguinte: na verdade seu título valorizou, aumentou de preço. Portanto, vender pra recomprar imediatamente, dará quase na mesma. Ou ainda pior, pois está ainda no prazo da alíquota de 22,5% de imposto de renda.
      No caso de vender pra aportar em outros ativos, o raciocínio pode se diferente, pois aí sim você estaria de fato embolsando o lucro.
      A tendência ainda é os títulos que você tem valorizarem mais com a previsão de queda da Selic.
      Apenas minha opinião para ajudar, nunca recomendação ok?

      Curtido por 2 pessoas

      • Concordo.
        Eu quando vejo isso faço algumas perguntas.
        – tô precisar da grana para alguma despesa?
        – se não, tem que ver para aonde ela vai se resolver fazer lucro e ai que tem que avaliar bem qual o produto e principalmente o prazo que deseja deixar o dinheiro “parado”.

        Esse segundo item é o mais complicado, em alguns casos, pois antes tinha certeza de alocar no TD, mas olhando tudo que existe de produtos, sempre bate a dúvida, se é o melhor negócio.

        Agora vc vai ver que o pessoal fala muito em multimercados, mas as taxas do IPCA+ ainda são altas, claro que não aqueles 7,5% de antigamente.

        São só opiniões….

        Curtido por 2 pessoas

  6. Um investidor me mandou no email, mais alguém recebeu??

    “O título Tesouro Prefixado 2019 (LTN) que você agendou para investir, não estará mais disponível para negociação a partir de 08/02/2017.

    Caso seu agendamento esteja programado para ocorrer até o dia útil anterior a esta data, a operação será realizada normalmente. Mas se o seu agendamento estiver programado para ocorrer a partir do dia 08/02/2017, você precisará trocar o título. Caso contrário, o agendamento de seu investimento será cancelado.

    Se você já possui esse título em sua carteira, ele poderá ser resgatado a preço de mercado, a qualquer momento, ou ser mantido até o vencimento com as condições pactuadas inicialmente.

    Em caso de dúvidas, entre em contato com sua instituição financeira.

    Tesouro Nacional e BMFBOVESPA”

    Curtido por 1 pessoa

  7. Alguém reparou que tem bancão sentindo o tranco no Tesouro Direto (concorrência com outras instituições financeiras)?

    Aquele bancão do Olavo Setúbal baixou para 0,3% e agora está em linha com a média cobrada pelas outras instituições.

    Curtir

      • Isso mesmo raphafiis. A tabela da imagem que eu mostrei traz exatamente isso. 0,3% para Personnalite e manteve os 0,5% para demais correntistas.

        Coloque mais 0,3% da BMF (disso ninguém escapa) e verá que a mordida não é pequena. Para mim cobranças até 0,5% em investimentos no geral estão OK. Acima disso é melhor avaliar se vale a pena ficar com a aplicação.

        Curtido por 1 pessoa

      • sim, Suntzu, fui irônico com “módicos 0,5 a.a”, mesmo essa taxa de 0.3 eu já acho absurdo, que dirá então 0,5, é uma verdadeira facada, com tanta taxa zero no mercado é jogar dinheiro fora, mas é bom saber que eles estão caindo na real e reduzindo.

        Curtido por 1 pessoa

  8. O FUNDO DO POÇO

    Lembram quando aquela senhora baixou os juros na marra sem que a economia estivesse arrumada? Pois é, fomos ao fundo do poço nos juros futuros. NTNB24 pagava menos de 4% +IPCA. Mas isso foi por pouco tempo, é claro. Vocês imaginam que dessa vez nós poderemos chegar até quanto?

    Curtido por 1 pessoa

      • Abaixo de 4% eu forcei a barra, mas se a Selic vier nos 8 como dizem por ai a taxa pode ir abaixo de 4,5, pois o di futuro tende a ir na frente.
        Para cair abaixo de 5% eu acredito que os futuros curtos estarão projetando taxas em torno de 9% o que ainda tá longe mas é possivel.
        Qual a impressão de vcs Suntzu e demais amigos?

        Curtido por 1 pessoa

      • Ferraro,
        Não sei não..tô meio perdido nas projeções.
        O IPCA+19, deu uma subida…tá agora em 5,54% e tô achando que tá bom ainda
        A Selic pelo que andei vendo em vários comentários…vai ficar em torno de 9,5%.
        Tem uma questão psicológica em sair dos dois dígitos.
        Investimentos….as vezes olho com carinho para esse IPCA e acabo inerte se compensa mesmo ou se existe algum outro produto que de retorno para uma grana que fique “parada”por dois anos.

        Curtir

    • Rich,
      Tb estou interessado em saber o que o pessoal acha.
      Pelo que tenho lido, ainda é uma taxa alta, isso no caso do IPCA+19.
      Não estou conseguindo ver outras alternativas, até consigo, mas não consigo ler mais se é vantajoso procurar CDB de pequenos bancos ou outro produto
      O pessoal tem escrito mais em Multimercados…..mas nem isso estou conseguindo ler

      Curtir

    • A minha opinião é a seguinte. O Brasil, pela sua pouca credibilidade, sempre exigiu prêmios elevados. Eventualmente iniciamos um novo ciclo de aumento de credibilidade e eu ainda não consegui captar essas vibrações. Por outro lado estamos num momento de juros muito baixos ao redor do mundo todo (alguém aí sabe quanto a Argentina está pagando?) e esta é a oportunidade do país baixar os juros agora. Se bem que (minha opinião novamente) nós perdemos uma oportunidade de ouro de manter os juros baixos nos últimos três anos em função de desarrumação interna (sim, a herança maldita do governo passado perdurará por décadas).

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s