SELIC

selic

A taxa SELIC é um índice pelo qual as taxas de juros cobradas pelo mercado se balizam no Brasil.

É a taxa básica utilizada como referência pela política monetária.

Próxima Reuniões do COPOM

O Banco Central (BC) divulgou o calendário de reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2020:

4 e 5 de fevereiro
17 e 18 de março
5 e 6 de maio
16 e 17 de junho
4 e 5 de agosto
15 e 16 de setembro
27 e 28 de outubro
8 e 9 de dezembro

623 comentários em “SELIC”

  1. Títulos tesouro Selic voltaram a desvalorizar hoje. Estão à selic+0,2083%. Tinham chegado a 0,19%, na sexta. Parece que a volatilidade veio para ficar, mesmo nos títulos tesouro Selic. Os gestores de fundos vão ter que trabalhar se quiserem ficar no positivo neste mês e parece que nos próximos também.

    Curtido por 1 pessoa

  2. E a queda no Tesouro Selic segue aumentando neste mês também. Verificando a rentabilidade do Tesouro Selic 25 (que continua caindo diariamente) no site do tesouro, ela está em -1,35% nos últimos 30 dias, sendo que foi de -0,47% no mês de setembro. Ou seja, deve vir negativa também no mês de outubro. Se a queda continuar, pode virar para negativa até mesmo no ano (hoje está em 0,72% no acumulado do ano). A questão é que quem precisou retirar sua reserva de emergência em algum destes dias destes pode ter perdido dinheiro e quem precisar retirar depois, também poderá perder. A rentabilidade é garantida apenas na data de vencimento do título. O tesouro selic não é um ativo livre de risco, todos ativos têm risco, uns maiores, outros menores.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Investidor vai ter que entender que reserva de emergência é um bolo que preza por liquidez e segurança.

      Liquidez tem custo. Custa caro. Essa realidade do Tesouro Selic esta apenas reforçando isso. Por mais que seja passageira, só reforça que o ativo mais seguro segue tendo seus ZIG e ZAG. Que VOL esta embutida em tudo no mercado financeiro.

      Segurança tem custo. Aqui temos alguns porem e muita discussão pra debater. O tal risco soberano é de fato o menor dos riscos? Se sim, a segurança esta validada. Segurança não é ter rendimento positivo sempre. Segurança é não sofrer calote. É saber que quando precisar o capital estará líquido pra ser usado. Maior ou menor devido a oscilação do mercado…mas estará lá, pra ser usado.

      Optar por crédito bancário. Pegar um CDB ou LCI/LCA de um banco. Foge da oscilação diária, mas não foge totalmente. A referência no Brasil sempre será a Selic. CDB diário, LCI diária…vai oscilar tb. Todo o acordado para títulos do governo ou privado é sempre na data de vencimento. Ou fica atrelado a algum referencial. E este sempre oscila no diário.

      A discussão não pode desfigurar a função da reserva de emergência. Não da pra ir pra um ativo que não seja líquido. E qualquer ativo líquido vai estar sofrendo o que o mercado esta passando. Alguns vão querer ir pra ativos D+5, D+10, D+15…e estarão felizes. OK. Mas tem que entender que D+0 custa algo. E entender na prática que precisar sacar algo em D+0 é bem diferente do que D+5 numa real emergência. Se esta programado e tem condição pra ficar tranquilo em D+5 ou D+15…nada contra. Manda ver numa boa.

      Outro ponto. A reserva não se olha no curto prazo. Ela só esta montada quando atinge o montante ideal pra cada pessoa. Se precisei dela hoje, começando ela em Setembro…não tenho uma reserva montada. Terei alguma coisa pra me virar. Mas não posso dizer que usei a reserva e que ela foi afetada pela variação dos títulos. Isso tem que ficar claro.

      Brasil de juros baixo mostrou que a RF mais tradicional pode em janela curtas de tempo entregar retornos negativos. O investidor Brasileiro precisa entender isso 🙂

      Poupança? Por que não? Mesmo pagando 70% da Selic estará “blindando” os valores. CDBS? LCI? Fundos DI? Fundos caixa? Conta digital? Tudo ta valendo. O importante é ter a reserva pronta pra uso. Anualmente olha ela e atualiza o que precisar (inflação, ajuste nas variações negativas e etc). Notas de R$200,00 numa caixa? Vai de cada um.

      Enfim…uma bela discussão. Muito pano pra essa manga. Sigo usando Fundo caixa. Nunca usei o TD pra reserva. Ainda não formei opinião se deixou de ser interessante pra isso. As oscilações são do mercado. Meu fundo DI segue trabalhando bem (gestor roda os ativos pos fixados) e não refletiu nada de “pior” ainda. Vou monitorando.

      Não sei se minha visão esta 100% correta. Muito menos quero passar a ideia do que ela é a mais adequada. Acho muito válido o debate. O momento pede.

      Valeu!!!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Concordo com quase tudo Gama. MAs vamos a minhas discordâncias. A selic hoje, varia para negativo nas cotações diárias, dado o agio/desagio existente no Tesouro Selic. Ele não é um títulos pos fixado puro e simples, ele tem algo de pré também, assim como o tesouro IPCA (guardada as devidas proporções). Isso faz com que o titulo tesouro selic pode passar a ter cotações diárias, mensais e até mesmo anuais negativas, mesmo com a selic estando no terreno positivo: 2% hoje. E são nestes titulos que os fundos renda fixa selic aplicam. Por isso, o risco grande de fuga

        O CDB, lci, lca são atrelados ao DI: que hoje está em 1,9%, ele geralmente é um pouco menor que a SELIC. Mas não há cota diária/mensal negativa, porque é o DI diário, todo dia útil seu dinheiro rende. Claro que hoje rende muito pouco, mas rende no terreno positivo diarimente. A não ser que o DI seja negativo, mas para isso a selic teria que estar negativa também. Realidade distante para nosso país, mas na Europa ok, os cdbs de alguns países lá podem vir diarimente no negativo.

        Para mim reserva de emergência é como o nome diz, para a ser usada a qualquer momento realmente necessário. Você pode ter montado ela ontem e ter que usar ela amanhã, daqui 15 dias, 1 ano, 10 anos , 30 anos, ou nunca usar. Mas é uma reserva tem que estar lá pronta pro que vier na hora que vier.

        A minha questão não é deixar de usar o tesouro selic como reserva de emergência, mas diversificar mesmo a reserva de emergência. Se a reserva da selic está ruim num momento como agora, pq não usar a reserva de emergência de um CDB com liquidez diaria, que não vai estar negativo. Aquela coisa de não colocar todos os ovos em um mesmo cesto, mesmo para a reserva

        Curtido por 3 pessoas

      2. Ini,

        Post bem bacana. Mandou super bem 🙂

        A diversificação na reserva é prudente e necessária. O momento reforça isso.

        Acho que todos que nos seguem ou visitam o Blog saem ganhando com o nível das postagens.

        Valeu!!!

        Curtido por 2 pessoas

      3. Bom, colegas…
        A reserva está separada em CDB 100% CDI, Selic e um pouco em RF, diversificado. Sim…não..pouco..?
        Em caixa, dinheiro, moeda forte (projeto inicial viagem, mas considero dinheiro em caixa)
        Reserva de emergência é para emergência mesmo, tá reequilibrada
        E a reserva tá lá,com tudo isso que está ocorrendo, sem mexer
        Valeu

        Curtido por 1 pessoa

      4. Boa Set,

        E isso ai. Cada pacote no seu devido lugar e diversificação.

        Sobre o projeto da viagem…fica e paciência. O tempo é aliado quando se investe com tranquilidade e sabedoria 😉

        Valeu!!!

        Curtir

    1. Eu já tirei os meus do tesouro selic. Sabe-se lá até quando vão ficar negativos. Td tá muito estranho. Curva longa esticou ainda mais no final do dia de hoje. Reduziram demais a selic, não somos pais desenvolvido. O prêmio de risco de apenas 2% tá baixo, o sr. Mercado tá reclamando

      Curtido por 1 pessoa

      1. Ini, todos os DI futuro explodiram hoje, a cota de hj dos fundos que operam juros vai ser uma catástrofe, dos MM aos de crédito privado.Mas está tudo certo, viramos a Suiça de juros baixo, sem inflação, corrupção etc …….Bolsa brasileira subiu com funadamento, não pegou carona no supersônico FED.Está tudo certo por aqui.Ironias a parte, estou preocupado.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Também sigo preocupado. Aumentando reserva emergência e de oportunidades. E aplicando só em títulos crédito privado high grade. Já estou bem exposto aos riscos. Mas acho que o pior será em 21, quando acabarem os auxílios e adiamentos de cobrança. Os loucos anos 20 recomeçaram

        Curtido por 2 pessoas

    2. Ainda sem me preocupar com a variação nos Fundos…

      Vou aguardar o fechamento do mês…pois estas variações existem. O juro baixo so deixou de esconde-las 😉

      Reserva mira liquidez…e juro zero ou negativo faz parte. Claro que não deveriamos estar vendo isso por aqui. Não ainda. Estamos muito longe dessa realidade.

      Lembrando que CDB e LCI são atrelados e referenciados a Selic (CDI). Só que não mostram isso por não precisarem ser marcados a mercado todo dia. Se o mensal fechar negativo…e seguirmos nessa tendência…o que for atrelado tende a mostrar isso la no vencimento…só que não deve ocorrer (acho eu).

      Posso estar errado? Equivocado? Sim. Por isso vou esperar e seguir olhando e pensando. Mas não tem pra onde fugir com a reserva. Cuidado para movimentos de curto prazo 😉

      Não é recomendação de nada!!!

      Valeu!!!

      Curtido por 2 pessoas

    1. Manter esta no topo da pesquisa aqui e pela internet a fora

      Vai surpreender a todos (quase todos) se cortar alguma coisa. Elevar não vai tão cedo este ano

      O fluxo vai seguir migrando pra RV ou para ativos de maior risco. O fluxo que gira dentro dos Fundos MM e Previdenciário vai seguir se mexendo. Acredito que as tendÊncias em curso se manterão tb…apesar das correções (como as ocorridas na semana passada)

      Dolar vai seguir na tendência e a nossa moeda vai seguir nosso fiscal (como sempre seguiu)

      Não é recomendação de nada!!!

      Valeu!!!

      Curtido por 1 pessoa

    1. Acho que cai os 0,25% por causa do mercado forçando a barra e de poder seguir com a TMM que esta em curso Mundo a fora

      Poderia ficar bem tranquilo sem cair nada. Mostraria ao mercado que existe uma atenção ao peso do Cambio em nossa inflação e que o Brasil sabe que não pode praticar a TMM (teoria Monetária Moderna), pois já fizemos isso no passado com outras ferramentas e deu no que deu…não gosto nem de lembrar

      Caindo, segue o fluxo pra Bolsa…segue a inflação nos ativos…segue oscilação no nosso cambio e etc. Mantendo a trajetória em curso, os holofotes ficam onde estão e não gera nenhuma ação “diferente” por parte do BC.

      Enfim, vamos esperar e ver em qual direção iremos. Atualmente baixar juros e jogar dinheiro no mercado de forma direta (sem passar pelos bancos – O que o auxílio emergencial faz) é o roteiro escolhido.

      Fluxo e liquidez. Não tem por que ir contra. Mas acho que todos precisam ter muita atenção.

      Valeu!!!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Pessoal,

    Votei.

    Acho que não deveria cortar nada. Não somos do grupo que pode injetar dinheiro na economia e muito menos que isso vá ajudar setores ou a economia como um todo. Cortamos um bocado ja e ficamos em níveis de primeiro mundo e estamos onde estamos. Nossos cortes ate agora ainda não foram assimilados por todos em nossa propria economia.

    Claro que os cortes ajudaram. Claro que os cortes mudaram o rumo do capital. Alteraram um cenario que era desigual entre RF e investimentos produtivos. Isso são vantagens e trazem pontos positivos gigantescos. Não posso negar isso.

    Só que agora, cortar pela onda que o Mundo se encontra pode não sr o ideal. Ao menos é o que EU acho. Não nos preparamos com o que deveriamos para ter juros ainda mais baixos. Falhamos em demorar a arrumar a casa (de novo e como sempre).

    Enfim…na votação botei que vai baixar. Votei em 1%. Mas devem fazer uma meia culpa e ficar no 0.75%. Coisa louca….acho que nao deveria cortar, mas voto no 1% e acredito que possa vir 0.75%. O mercado não esta insano? Posso ficar um pouco tb 🙂

    Valeu!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Votei no cair 0.25% que é o que acho que deveria ocorrer. (segundo mais votado)

      Mas vai cair 0.5% com nota que acabou os ajustes. O mercado quer isso.

      O diferencial de juros não reflete o Brasil. A trajetória esta correta. Temos inflação baixa e hiato na produção. Estimular ainda mais não chega a ser necessário, mas injeta mais ânimo e euforia. Na prática, qualquer movimento é mais pro lado emocional do que estimulação concreta neste momento.

      Olhando Brasil já temos o cenário ideal. Juros em patamar baixo. Bolsa em patamar alto. Empresas buscando mercado. Investidores tendo que tomar risco. Economia Real olhada e alocada por todos, pois RF não atrai mais para ganhos de capital e crescimento de patrimônio….tudo muito bem feito ate agora.

      Olhando Mundo….não somos 1 mundo ainda. Não somos uma economia que pode ter juros tão baixo frente aos Grandes. Aprovamos a previdência. Ganhamos tempo. Ate agora bom sinal. Só que não deixa de ser o que sempre fizemos: empurrar com a barriga. Só EU que vejo que seguimos dando um passo pra frente e um ou dois pra trás? Muita coisa ainda travando. Tem que parar de usar a recessão como primeira desculpa pra justificar um monte de coisas. Tem que agir na prática. Burocracia tem que ser mexida AGORA!!! Segurança Jurídica tem que ser mexida AGORA!!! Com esta composição…ai sim venho aqui e defendo que estamos nos transformando.

      Sigo otimista? Sim. Quero juros mais baixos? Sim. Mas não podemos achar que somos algo que o ainda não somos. Isso é fato! Quero ser. vou buscar ser. farei minha parte para colaborar. Mas…ta na hora de outras frentes serem mais impactadas do que a monetária. Daqui a pouco essa munição acaba ou para de surtir efeito.

      Muita coisa pra caminhar. Tributária? Administrativa? Judiciária? Criminal? Open Banking? Burocracia zero? Novas eleições chegando…..sempre bagunça tudo por aqui…..sempre!

      Enfim….Brasil ta melhor? Sim. SEM DÚVIDA NENHUMA!!! Investir ficou melhor? SIM!!! Mas isso tudo acaba na próxima eleição (presidente)? Não sei!

      Por isso….aproveito o momento 🙂

      Valeu!!!

      Curtido por 4 pessoas

      1. O problema está no AGORA.
        Pelo simples fato que muitos olham somente o seu AGORA e esquecem de diversos pontos que são prioritários (não vou listar, pq o Gama já relacionou vários)
        E entre um AGORA é isso e AGORA é aquilo, acabamos estagnados, com feudos vivendo em seus mundos perfeitos, com seus dinheiros perfeitos e entendendo que o resto está para servi-los a qualquer momento.
        Apesar disso, também sou um otimista, mas falta muito para sermos aquilo que imaginamos ser.
        Valeu!

        Curtir

      2. As incertezas no Brasil sempre foram gritantes. Impossível acertar.
        Pelo menos temos o cenário externo favorável. Com ou sem desaceleração mundial, uma quantidade monstruosa de títulos públicos estão negativos.

        Curtido por 1 pessoa

      3. Pois é….4.5%. Agora custa deixar dinheiro no Banco. Agora se paga pra deixar na nova regra da poupança. Agora tem que puxar os Fundos de RF e analisar com calma. Agora qualquer custo na tx de adm PESA muito mais.

        É o fim do Mundo????

        NÂO!!! Pelo contrário. É ótimo momento para os FIIs e para Fundos que investem em ativos Reais (ações e MM). Só não precisa sair por ai comprando qualquer coisa. Ou caindo no canto da seria e acreditar em ganhos de 15% ao Mês . ATENÇÃO pessoal. Temos excelentes oportunidades no Brasil ocorrendo agora, bem debaixo de nossos olhos. Mas temos tb os golpistas. Os vendedores de curso, os magos de mercado e afins. Por favor, nada de dar dinheiro para estas pessoas.

        O Mundo ja vinha assim. Como somos mais lentos e ainda num subgrupo Mundial, demoramos. Mas chegamos. Somos um país de Juros civilizados. Querendo ou não, é a realidade do Brasil. Ficar parado e torcendo pra isso mudar vai perder dinheiro e vai ficar com menos patrimônio. Digo isso com 99% de certeza. Pq não 100%? Vai que o cara joga na mega da virada e depois vem aqui postar….;-)

        Tenho que estar 100% em Ações? NÃO!!! NUNCA ficar 100% num ativo só ou segmento. A RF ainda tem função. No momento de alta como agora a RV precisa ter uma parcela maior. Tem que ficar mais ligado no balanceamento da carteira. Virou o mercado? RF volta a ter peso maior….mais sempre coexistindo. Ficou mais fácil pra investir. Acabou a mamata dos lucros sem risco. O jogo ficou igual pro gestor da RV e pro gestor de RF. Quem for bom vai se destacar agora. Quem nunca foi e sempre ficou ali na margem dos Juros…vai ter que se aposentar.

        O poder esta no investidor. Nós que escolhemos. Nós que decidimos quem vai estar em nossa carteira. Nós ditamos o rumo da coisa toda. É um BAITA poder. Ainda mais agora com este nível de Juros.

        Mudanças estão vindo. Txs serão baixadas. Na RF o movimento já começou. Nos MM ainda não. Temos que agitar isso logo. Na RV os ajustes são menores. Sempre foi a classe mais afetada e prejudicada. Estratégias terão que ser reavaliadas. Equipes de gestão terão que mudar. Ouvir e ficar próximo do investidor fará toda a diferença pro gestor a partir de agora.

        BRASIL…..seja bem vindo ao mundo de juros civilizados!!! 🙂

        Valeu!!!

        Curtir

  4. Pessoal,

    Acho que não deveria cair os 0,5%….mas votei nesta queda.

    A cada nova queda tanto aqui como no mundo o poder de compra vai diminuindo……dinheiro como dinheiro esta perdendo valor nesta era de juros baixos pelo mundo a fora. Vejam que coisa. Diminui as taxas e força colocar o que tem de dinheiro circulando ou alocado em ativos geradores de nova renda (sejam financeiros ou reais). Só que nas economias estes ativos estão fracos e mesmo assim esta faltando dinheiro….ai a solução e injetar mais dinheiro. Dinheiro por dinheiro não salva ninguem…seja Europa ou Venezuela.

    Ai o Brasil quer baixar tb…..pra fomentar mais trabalho e uma economia mais “moderna” e sofisticada. Será? Não quero juros altos…mas me atento aos sinais do mundo e uma coisa chamada realidade. Primeiro no meu parco entendimento tinhamos que ter as reformas e o meio de campo todo pronto e livre de amarras. Ai depois…..com o andar normal das coisas baixar nossos juros para estes níveis atuais. Temos muita promessas e muita coisa boa em andamento. Mais na prática ainda não temos quase nada funcionando.

    Esta queda de 0,5% se vier vai dar um bom lucro para quem esta nos Juros Reais ou em posições pre com alavancagem. Vai animar os FII e as ações? Talvez…muita coisa ta precificada e olhando o Global.

    Infelizmente não temos um alicerce forte para justificar juros de 5% e uma inflação de 4%. Não temos mesmo. E olhando o mundo com taxas negativas, a diferença tb não se justifica por nossas armadilhas e forma de governar. Tem algo fora do tom no meu entendimento.

    Uma vantagem é sermos um local de liquidez. O mundo gosta disso e nos “usa” literalmente pra passar a grana por aqui. Isso se bem utilizado nos garante um bom retorno em alguns ativos. Como sempre….os ganhos virão com o volume dos estrangeiros. Tem que ficar atento e ir pegando o que puder.

    Temos espaço para bons ganhos. Ainda estamos numa direção diferente do restante do mundo. RF perdeu seu espaço. RV precisa ser mais usada. Risco esta em toda carteira. Isso mudou e vai seguir mudando….TUDO FICOU MAIS ARRISCADO no mercado financeiro….no Brasil e no MUNDO.

    Desabafei…..

    Valeu!!!

    Curtir

    1. Gama, no seu texto já tem a resposta. o fato de o mundo todo está com taxas baixissimas e até mesmo 30% com taxas negativas abriu espaço para o Brasil baixar sua taxa e ainda continuar sendo atrativo. Até mesmo pq as privatizacoes estao atraindo dinheiro.
      Em conversa com gestores de FIDCs todos falam a mesma coisa: O mercado está jorrando dinheiro, ninguem sabe nem o que fazer com tanto dinheiro. Estamos tendo que assumir mais riscos com menos retorno.
      Ou seja, o mercado desesperado por rentabildade está indo para créditos podres.
      Inclusive é por isso que tenho medo da sabemi, como já comentei. Mais medo ainda de CRI’s.
      Estou tentando sair desses investimentos, o problema é que nao estou encontrando para onde ir após sair.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Pois é…agora com Selic a 5.5% e com forte tendência de ir a 5% só tende a piorar. Ou, olhando pelo outro lado….a melhorar se souber aproveitar.
        Posições pré com taxa de 6.5/6% por 5 anos parecia algo sem graça a pouco tempo….quem pegou Ta curtindo bastante. O movimento ainda oferece bons ganhos….mais de fato os riscos estão nas alturas e sendo deixado de lado devido ao volume.
        Este é no próximo ano ainda tem bons ganhos a ocorrer. Depois, começam as grandes preocupações.

        Valeu!!!

        Curtir

      2. Quero é ver como os fundos MM se sairão cobrando 2%+20% de pfe ,tributação regressiva, com curva de juros quase fechada….Maioria deles está entrando forte na bolsa, não sei se as casas tem equipe qualificada para atuar nesse ativo.Além do que, se é para ficar exposto em bolsa, temos os FIA com 15% de IR.

        Curtido por 2 pessoas

      3. Boa visão Pedro,

        Houve uma mudança muito forte em um dos principais “preços” do mercado, os Juros.
        Como investidores devemos refletir se os instrumentos e as estratégias que usamos até aqui, serão válidas nesse novo cenário.

        Vale um foco especial nos fundos MM.
        Para atingir os seus resultados, a um gestor, bastava ” dar uma olhada” na inclinação da curva de juros para obter excelente rentabilidade.(estou carregando nas tintas obviamente).

        Agora, essa curva vai se fechando cada vez mais rápido. Rentabilidade agora virá de posições de maior risco…aí é que veremos se o instrumento (fundos MM) e suas estratégias ( os gestores) continuam boas ferramentas.

        Lembro sempre das aulas de biologia onde, olhando a evolução das espécies, nãos foram os mais fortes e garbosos (vaidosos ??) que se saíram melhor, foram os que se adaptaram, mais rápido e melhor que venceram no final.

        Um bom momento para se acompanhar e anotar nesse nosso mercado.

        Curtido por 1 pessoa

      4. Os MM em teoria terão que mostrar um belo trabalho sem os JUROS como ativo principal. Na verdade, grande parte já iniciaram algumas mudanças…mas muitos ainda vão “parecer” estar perdidos.

        Os custos terão que ser revistos pelos gestores. Se o custo central esta baixando, os custos relativos ou ligados a ele precisam baixar pra encontrar uma nova proporção ideal, mais justa.

        Os becnhmarks deverão mudar. Estamos vendo o fim do uso de % do CDI como alvo. CDI+x% deverá ser no meu entendimento algo mais correto e justo.

        Os FIA serão os produtos da vez. Os quantitativos (com modelos realmente funcionando) tb terão um bom espaço. Os MM chamados moderados ou de baixa VOL que rodam 115-125% do CDI não terão vez, pois este retorno não agregará nada nesta nova realidade de juros. Pra capturar algo terá que absorver risco…e isso elevaria estes fundos para os MM normais. Ainda acho que bons MM terão vida muito longa, pois a liberdade de operar qualquer ativo fará a diferença. Nos momentos de bolsa em queda isso trará uma neutralidade positiva na carteira.

        Enfim….mais do que nunca as capacidades de gestão terão que ser provadas e mantidas. Ótimo debate. 🙂

        Valeu!!!

        Curtir

      5. Ola…
        Gostei da fala do MarcosC, “…olhando a evolução das espécies, nãos foram os mais fortes e garbosos (vaidosos ??) que se saíram melhor, foram os que se adaptaram, mais rápido e melhor que venceram no final.”]
        Continuo com a posição de rever certos produtos, aqueles que nem chegam ao CDI.
        Em relação aos MMs cabe uma revisão de como eles estão alocados e quais as posições eles assumiram depois que refiz a carteira.
        Com essa redução o gestor vai ter que demonstrar se é vaidoso ou se sabe se adaptar ao novo meio que estamos vivendo.

        Curtido por 2 pessoas

      6. Pessoal, eu não estou confiante na gestão dos MM, pois imensa maioria não se moveu em contratar profissionais voltados a área de açoes, são os mesmos, nao sei se terão aptidão técnica para atuar em bolsa.Dos meus, o Bahia passa na peneira, pelo fato da casa ter FIA.Inclusive quero ou queria realizar aporte no Kinea Atlas, estou refletindo….O cenário externo Trump, China, os drones do petróleo , deixa as coisas muito incertas, haja vista que, qualquer turbulência, afetará a bolsa, cambio,moedas, podendo detonar a rentabilidade dos MM, que pela sua própria estrutura [volatilidade] demorará muito a recuperar.Avalio pegar FIA com resgate curto, + lft , rf tipo cdb 123% ou lci, lca acima de 100%, ao inves de novos sportes em MM.Se dará certo, o futuro dirá, ao menso as rédeas estao nas minnhas mãos

        Curtido por 2 pessoas

    2. Gama, não entendi essa parte do seu comentário: “Estamos vendo o fim do uso de % do CDI como alvo. CDI+x% deverá ser no meu entendimento algo mais correto e justo”

      % do CDI não é a mesma coisa que CDI + x% ?? (Por exemplo, hoje: 200% do CDI = CDI + 5,5%..

      Curtido por 1 pessoa

      1. Sim…resultados iguais. Meramente informativo…

        Alguns gestores que já usam o CDI+X% argumentam que é uma forma mais direta e transparente para o investidor (de qualquer nível) observar e acompanhar a evolução do investimento.

        Sabendo que o produto persegue CDI+5.5%aa fica mais fácil observar se esta na direção correta do que ter que fazer conta usando o % do CDI. Concorda? 😉

        Sem contar que falar que entrega 200% do CDI parece algo gigantesco e cheio de dificuldade para tal. Quando na verdade, entregar o CDI e agregar + 5.5% é a mesma coisa e pode ser obtido com ate menos risco do que o produto que enche o peito pra vender os 200% do CDI. Coisa meio de marketing. Aqui é opinião minha 🙂

        Ajudei? Ou piorei?

        Valeu!!!

        Curtido por 1 pessoa

    3. E vai cair mais….
      Analisando meu TD, tô com algum montante em SELIC 21 (a maior parte) e um pouco em SELIC 23. Isto representa 4,8% da minha carteira.
      Por outro lado, existem produtos que entregam um percentual do CDI então….é diversificar para não sofrer muito.

      Curtir

  5. Pessoal,

    Já votei e reforço aqui: acho que fica estável

    Todos estão esperando a reforma andar pra poder se posicionar. Isso recai sobre o BC, por ser um agente do mercado e grande interessado nesta reforma.

    Valeu!!!

    Curtir

    1. Estável….o internacional ta bem complicado pra entender. Ano que vem as coisas ficam mais claras….ou azeda de vez ou se encaixa e segue tropeçando aqui…ali….aqui…ali….isto é: Sendo o Brasil de Sempre 😉

      Valeu!!!

      Curtido por 1 pessoa

  6. Votei….vai manter.

    Eu queria que subisse um pouco. O mercado ta muito estressado e apontando isso. O BC ta queimando muita munição agora. O mundo esta bastante ruim e moedas como a nossa deveriam estar nas alturas. Ficar baixando e dando janeloas pra gringo operar com altos ganhos não é algo válido.

    Guerra comercial…Fed subindo juros nos EUA…eleição interna…fiscal fraco…moeda fraca…..tudo conspirando pra nossa moeda ficar rodando 4-4,30 sem grande susto. é a nossa realidade. Simples assim. Só não é mais porque temos um balanço ainda positivo e somos credores em dolar (com nossas reservas). Mais só por isso. No resto somos piores que qualquer outro emergente. E estamos com juros tão baixos, que não faz sentido algum. Baixamos nossos juros e não fizemos o básico pra mante-lo assim. Nosso tripe foca nossa inflação. Mais é o mundo? Precisamos dos juros altos pela nossa situação. Concordo que não é a solução e que não deveria ser assim. Mais é. Nosso custo é esse. Sempre foi. Só deixará de ser quando arrumamos o nosso fiscal.

    Enfim….vai ter muita bagunça ainda.

    Valeu!!!

    Curtido por 1 pessoa

      1. Devem manter nessa reunião. Mas o aperto monetário começa antes do final do ano.
        Havia comentado isso meses atrás. Eleições no Brasil, com juros subindo nos Eua, aliado a situação fiscal do Brasil. Não tem como manter juros nesse patamar.

        Curtido por 1 pessoa

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s